Ramais

Da linha da Beira Baixa partem alguns ramais, todos apenas com serviço de mercadorias. Aqui está uma lista deles, bem como a sua função e algumas fotografias.
A listagem está de acordo com a direcção Entroncamento - Guarda.

Ramal da Celulose do Caima

Este pequeno ramal particular, parte junto da entrada sul da ponte sobre o Rio Tejo e serve a Companhia de Celulose do Caima. Ocasionalmente chegam e partem de Praia do Ribatejo - Constância comboios de Pasta de Papel provenientes / com destino a este ramal.

1
2

Ramal da Geofer

Situado na estação do Tramagal, este pequeno ramal particular serve as instalações da Geofer de onde ocasionalmente partem comboios de transporte de travessas para carris.

1

Ramal do Pego

Construído em 1992, a electrificação deste ramal em 1995 trouxe as primeiras cantenárias à Linha da Beira Baixa, pelo menos até ao então novo apeadeiro de Mouriscas: Mouriscas - A, de onde parte o Ramal do Pego, subindo da Linha da Beira Baixa por uma rampa em direcção a uma ponte rodo-ferroviária que atravessa o Tejo, passando por cima da Linha da Beira Baixa juntamente com a estrada nacional 358.

Com cerca de 8 quilómetros, a função deste ramal é abastecer por via ferroviária a central termoeléctrica do Pego com carvão mineral, vindo do porto de Sines.

Todos os dias chegam longas composições de carvão (chamadas carvoeiros) puxadas por uma locomotiva (e por vezes duas) 4700 da CP à central do Pego para garantir a produção de electricidade da mesma.

Fotografia da vista geral a 9 / Ago / 2006 por Vitor Gomes a quem agradeço o seu envio!

1
2
3
4
5
6
7
8

Ramal da Celtejo

Partindo da estação de Ródão este ramal privado serve as instalações da Celtejo em Vila Velha de Ródão.

1
2

Ramal da Patrimart

Partindo do apeadeiro de Benquerenças este ramal privado serve as instalações da Patrimart no Parque Industrial de Castelo Branco. Aqui são carregados vagões com areia e cimento.

1
2

Ramal do Fundão (Terminal de Mercadorias)

Este ramal, parte da estação do Fundão e serve a Zona Industrial do Fundão com um terminal ferroviário de mercadorias, estando sob gestão da CP.
Foi o último ramal da Beira Baixa a ser electrificado.

Um grande agradecimento a António Rodrigues por ter disponibilizado fotografias do terminal!

1
2
3